0
0
0
s2smodern

Meu nome é Angela Haesbaert, tenho 53 anos e sempre tive muito medo de armas. Jamais me imaginei pegando em uma, pois acreditava que armas serviam apenas para matar. Meu esposo sempre foi apaixonado por armas e frequentador de vários clubes de tiro, mas, como os filhos eram pequenos, as armas eram bem guardadas e eu nem as via. Ele chegava em casa e já guardava no cofre. Cheguei a ir no clube com ele, mas não me senti à vontade para atirar. Eu, na verdade, não compreendia a graça daquele esporte.


Meu filho mais velho cresceu e decidiu pela carreira militar. Nesta época, começou a frequentar os clubes de tiro com o pai e a usar armas diariamente. Só de olhar eu tinha medo, acreditava que a arma poderia disparar facilmente, principalmente quando estavam desmontando para limpar.

 

Percebendo o meu pavor pelas armas, meu filho me inscreveu em um curso de tiro. Fui meio contra vontade, mais para agradá-los. Para minha surpresa, no primeiro dia voltei encantada pelo profissionalismo do clube, pela segurança e pelo ambiente. Antes de pegarmos na arma, houve uma aula teórica falando sobre regras de segurança, as partes de uma arma e como manuseá-la, conhecemos as instalações do clube e atirei pela primeira vez. Foram 3 dias de curso e confesso que saí de lá encantada e com vontade de atirar mais.

 

Hoje se alguém me convida para dar uns tiros vou sem medo e ainda me divirto!

 

Por Portal do Tiro


GOLD SHOT - DESPACHANTE (SP)

OLGun

Anuncie Aqui